https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/issue/feed Revista Científica ANAP Brasil 2022-04-30T08:31:13-07:00 Sandra Medina Benini editorial@amigosdanatureza.org Open Journal Systems <p>A <strong>Revista Científica "ANAP Brasil"</strong> está direcionada para a divulgação de trabalhos científicos sobre a temática, resultado de pesquisa de natureza empírica, experimental ou conceitual, resultantes de pesquisas.</p> <p>Para submissão, os autores deverão estar ligados no mínimo a uma graduação e deverão publicar com um docente da instituição de ensino.</p> <p>Foco da revista - "<strong>Meio Ambiente"</strong></p> <p><strong>Área Interdisciplinar</strong></p> https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/2778 Ensaio sobre a geração distribuída de energia fotovoltaica: um modelo sustentável para a matriz energética brasileira 2021-02-02T14:54:15-08:00 Carolina Carrijo Costa carol.carrijo.costa@gmail.com Fernando Garrefa fgarrefa@ufu.br <p>Energia elétrica se tornou um recurso essencial para a manutenção das dinâmicas econômicas e sociais. A ampliação e difusão do uso de equipamentos e processos mecanizados, bem como a adesão a modos de vida mais dependentes dessas comodidades têm contribuído para a ampliação sucessiva dos gastos energéticos. Por outro lado, a geração de energia elétrica, a partir de finais do século XX passou a vivenciar entraves, principalmente a partir das preocupações ambientais. No Brasil, as grandes plantas energéticas envolvem importantes impactos ambientais, como desmatamento, deslocamento de comunidades tradicionais, desequilíbrio das relações ecológicas, efluentes que alteram a qualidade da água, ar e solo e causam danos à saúde humana. A partir dessas premissas, o trabalho analisa relatórios nacionais e os coteja com revisão bibliográfica para explorar a possibilidade de uma expansão energética alternativa baseada em microgeração distribuída (GD) através da implantação de painéis solares em residências, industriais e estabelecimentos de comércio e serviço. A GD se torna interessante ao evitar não só as gerações em grande escala, mas também a onerosa distribuição de energia por grandes linhas de transmissão. Além disso, o sistema se mostrou altamente aplicável no país devido ao grande potencial fotovoltaico, à facilidade de instalação, aos baixos impactos ambientais e ao payback a partir de 5 anos. Por fim, considera-se que a GD é uma boa estratégia de transição, que permite a inserção gradual de energias mais limpas no sistema e pode ser implantada com certa facilidade desde que apoiada pelo poder público, privado e das concessionárias.</p> 2022-01-11T00:00:00-08:00 Copyright (c) 2022 Revista Científica ANAP Brasil https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/2801 Análise do impacto da política estadual de florestas na produção estadual de açaí nativo no Acre 2022-01-07T17:43:22-08:00 Larisse Sá Cruz larisse_sa@hotmail.com Écio Rodrigues ecio.rodrigues@ufac.br Jairo Pinheiro jairo.lima@unesp.br Luíz Azevedo aluiz_5@hotmail.com <p>Investigar os impactos da Política Estadual de Florestas sobre o desenvolvimento da economia no Acre, com ênfase na produção de origem extrativista de açaí (<em>Euterpe precatória</em>) a partir do banco de dados, mantido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sobre o Valor Bruto da Produção, VBP, do açaí comercializado no Acre em uma série histórica de 30 anos, foi possível detalhar a importância da PEF, considerando, em termos metodológicos, dois períodos: pré-política, que antecedeu os anos 2000, e pós-política, que vai de 2001 até 2018. Complementa a análise a avaliação sobre a produção de açaí em quatro municípios selecionados por serem considerados de maior relevância. Ao final também se discute a relação entre o comportamento da taxa anual de desmatamento e a produção florestal.</p> <p><strong> </strong></p> <p><strong>Palavras-Chave:</strong> Amazônia, Política Florestal, Açaí.</p> 2022-01-21T00:00:00-08:00 Copyright (c) 2022 Revista Científica ANAP Brasil https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/3124 Identificação da Microfauna Associada a Raízes do Mururé (Pistia stratiotes) e Relações com a Qualidade Ambiental 2022-04-30T08:31:13-07:00 Arilson Quaresma de Moraes arilson.qm.90210@gmail.com Natanael Charles da Silva natanaelcharles@gmail.com Marcelo Bruno Araújo Queiroz marcelobrunoqueiroz@gmail.com Magnólia Fernandes Florêncio de Araújo magffaraujo@gmail.com <p>O Brasil apresenta uma grande diversidade de espécies, fazendo com que haja um diversificado campo de estudos e investigações científicas nas mais variadas áreas de ensino e pesquisa. O presente estudo objetivou identificar a composição da microfauna associada as raízes do mururé (<em>Pistia stratiotes</em>) e sua importância na qualidade ambiental em um ecossistema aquático no município de Abaetetuba-PA. O estudo teve início com a observação e escolha do local de coleta, seguido da coleta do mururé e seu manejo em tanques apropriados com condições adequadas de armazenamento e manutenção. Em seguida, realizou-se a observação em microscópio óptico, finalizando com a identificação até ao nível taxonômico de gênero. Foram identificados 31 gêneros associados às raízes do mururé, dentro de dois grandes reinos (Animalia e Protista). A pesquisa aponta a existência de uma rica e diversificada microfauna associada às raízes da <em>Pistia stratiotes</em> no local de estudo, revelando que o ambiente em questão apresenta condições favoráveis para o crescimento e reprodução desse vegetal. Embora a presença de espécimes dos gêneros <em>Brachionus</em> e <em>Anuraeopsis</em> dê indícios de que o ambiente possa estar levemente eutrofizado, os demais indicadores apontaram para um ambiente livre de poluição e totalmente favorável à existência e desenvolvimento de espécies vegetais e animais.</p> 2022-11-11T00:00:00-08:00 Copyright (c) 2022 Revista Científica ANAP Brasil