Revista Científica ANAP Brasil https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil <p class="font_8"><strong>ISSN 1984-3240</strong></p> <p class="font_8"><a href="https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/documentos/avaliacao/avaliacao-quadrienal-2017/reaMeListaFinalQualisV2.xlsx"><strong>ÁREA MÃE </strong>- </a><a href="https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/documentos/avaliacao/avaliacao-quadrienal-2017/reaMeListaFinalQualisV2.xlsx">Qualis Capes 2017-2020</a></p> <p class="font_8">- <strong>Engenharia I</strong></p> <p>Temos o prazer de informar que a <strong>Revista Científica "ANAP Brasil"</strong> obteve o <strong>Qualis B3</strong> -<a href="https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/index.xhtml"> Resultado divulgado 29/12/2022</a></p> <p>A <strong>Revista Científica "ANAP Brasil"</strong> está direcionada para a divulgação de trabalhos científicos sobre a temática, resultado de pesquisa de natureza empírica, experimental ou conceitual, resultantes de pesquisas.</p> <p>Para submissão, os autores deverão estar ligados no mínimo a uma graduação e deverão publicar com um docente da instituição de ensino.</p> ANAP - Associação Amigos de Natureza de Alta Paulista pt-BR Revista Científica ANAP Brasil 1984-3240 Agenda 2030: desafios e possibilidades à educação para sustentabilidade, democrática e inclusiva https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4941 <p>Eventos climáticos extremos, pandemias, crises e incertezas têm sido recorrentes nesse primeiro quartel do século XXI e têm motivado estudos que alertam para a eminência de as mudanças climáticas tornarem-se irreversíveis. Ao mesmo tempo, metas e objetivos estabelecidos na Agenda 2030, voltadas à construção de um mundo mais justo e sustentável, avançam com dificuldade e, algumas vezes, até retrocedem. Este artigo objetiva reconhecer e analisar desafios e possibilidades da educação para sustentabilidade, democrática e inclusiva, a partir da vivência em um projeto de Inserção Social intitulado "Agenda 2030 e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS): abordagens e práticas com a comunidade escolar", implementado em uma Escola Técnica Estadual na cidade de São Paulo. Busca ainda analisar possíveis influências de mídias sociais e contribuições da universidade nesse processo. &nbsp;Apoiado em revisão bibliográfica narrativa, pesquisas de memes sobre o tema na internet e na análise das atividades do referido Projeto constatou-se que a educação pode e deve ser uma importante aliada na criação deste senso crítico coletivo de urgência a respeito da realidade atual, especialmente quando propõe refletir e agir de forma inclusiva, democrática e orientada à sustentabilidade, conforme almejado pelo Projeto de Inserção Social aqui brevemente apresentado. Por sua vez, a indiferença de alguns estudantes sobre determinados temas foi coerente com a abordagem predominantemente encontrada nos memes, a qual sugere certa injustiça na responsabilização de danos ambientais. Assim, considera-se como crucial o papel da universidade na qualificação destas reflexões e ações desenvolvidas no contexto escolar, com respeito à diversidade e pluralidade.</p> Eliana Souza Bezerra Élgen Mendes Letícia Moreira Sígolo Renata Ferraz de Toledo Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-05 2024-05-05 17 42 10.17271/19843240174220244941 Análise ambiental de um cemitério na zona sul da cidade de São Paulo-SP https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4944 <p>Cemitérios que não aderem às normas estabelecidas pelo CONAMA para implantação e operação podem representar fontes significativas de impactos ambientais, afetando a saúde pública e o meio ambiente. Durante o processo de decomposição, os cadáveres geram efluentes, tanto gasosos quanto líquidos, com potencial para causar impactos no solo, corpos d'água superficiais e subterrâneos, e na qualidade do ar. A avaliação ambiental destes espaços se faz necessária com o intuito de identificar os principais impactos e posterior adequação. Inserido neste contexto, esta pesquisa tem por objetivo realizar um diagnóstico da qualidade ambiental em um cemitério localizado na Zona Sul da cidade de São Paulo. Para o desenvolvimento realizou-se visitas in loco com registro fotográfico, análises de campo e consideração das implicações da contaminação do solo, ar e águas subterrâneas, além da análise de diretrizes relacionadas a regulamentações específicas para cemitérios. Verifica-se que o empreendimento necessita de manutenção, principalmente na questão da limpeza e predial, devido irregularidades presentes nas vias de circulação e sepulturas, limpeza das canaletas de águas pluviais, jazigos destruídos e/ou danificados, vegetação invadindo os túmulos e pavimentação e a não utilização de geomembranas, visando combater a contaminação do solo e lençol freático.</p> Joyce Brito Santana Ribeiro Thawan Lindolfo Almeida Lilian Oliveira Almeida Larissa Souza Alencar Sabrina de Souza Aureliano Larissa Fernanda Vieira Martins Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244944 Comunicação e Educomunicação aliadas no combate ao mosquito Aedes aegypti para mudança cultural https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4945 <p>O presente artigo possui três objetivos: o primeiro é apresentar a série histórica de epidemias de arboviroses urbanas no Brasil, a partir da metade do século XX e XXI; o segundo é mostrar as ações de controle e combate no período citado, em especial educação e comunicação. O terceiro objetivo é mostrar a importância da educação e comunicação como campos de conhecimento que devem ser utilizados de forma sistemática e a longo prazo. Como metodologia foi utilizado a revisão bibliográfica. O artigo tem como relevância apontar que as ações de comunicação e educação são defensivas e reativas, propondo o desenvolvimento de trabalhos interdisciplinares envolvendo a Comunicação, Saúde, e Educomunicação. Como resultados, propomos que as ações de comunicação e educação sejam planejadas a longo prazo, para uma mudança cultural na sociedade, visando o controle das arboviroses urbanas e outras enfermidades.&nbsp;</p> Juliana Michaela Leite Vieira Benedito Dielcio Moreira Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244945 Educação ambiental como instrumento da gestão pública no município de Parintins-Amazonas - Brasil https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4947 <p>A Educação Ambiental é um instrumento importante na formação de uma consciência ambiental que interfere na gestão urbana e na melhoria da qualidade de vida local. &nbsp;O objetivo deste trabalho foi analisar o crescimento urbano da cidade de Parintins desde sua fundação aos dias de hoje e como a Educação Ambiental no contexto escolar pode intermediar a reintegração &nbsp;da sociedade com seu meio natural. A EA leva a mudanças de atitudes, valores, conhecimentos e a inserção de educadores e sociedade na transformação direta desse cenário de gradativa destruição e crescimento desordenado das cidades. Foram realizados levantamento bibliográfico, entrevista em oito escolas com 8 professores e 25 alunos onde o educador ambiental se destaca como mediador e coordenador na implantação de ações pedagógicas voltadas para EA e a responsabilidade individual. Conclui-se que, a Educação Ambiental é discutida e praticada, que a interdisciplinaridade é imprescindível para o êxito dessas práticas nos âmbitos formal e não formal.</p> João D’Anúzio Menezes de Azevedo Filho Selma Guimarães Pinto Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244947 Educação Ambiental e Sustentabilidade Socioambiental na formação profissional https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4948 <p>O interesse pela temática Educação Ambiental (EA) e Sustentabilidade está relacionado à necessidade da sua inserção na formação profissional. Evidencia-se essa inserção em concepções, experiências e práticas de sustentabilidade socioambiental na formação de profissionais comprometidos com um mundo mais ético, responsável, equitativo, justo e solidário. O objetivo da pesquisa foi contextualizar a problemática e mostrar possíveis perspectivas, como forma de ampliar as abordagens da EA e da sustentabilidade socioambiental. A pesquisa foi bibliográfica, a partir de material já publicado, utilizando-se fundamentalmente das contribuições de vários autores, como: Sachs (1993), Jacobi (2005), Sauvé (2005), Kitzmann (2007), Lima (2009), Pavesi e Freitas (2008), Leff (2009), Bissoli (2011), Reigota (2015), Trajber e Sato (2013), Guimarães (2015), Guerra et al. (2015), Figueiredo et al. (2017), entre outros, sobre a temática. Os resultados evidenciaram as preocupações com o meio ambiente, mudanças climáticas, tradições culturais, recursos naturais e conservação de energia, que buscam a redução de desperdícios e o bem estar do homem, essenciais no desenvolvimento de comunidades, cidades e sociedades sustentáveis. Dessa forma, os profissionais, em suas diversas áreas de atuação, devem possuir requisitos de competências, habilidades e capacidades de atuarem, bem como de intervirem diretamente na qualidade de vida. Conclui-se apresentando e destacando a importância do tema na formação de profissionais reflexivos, criativos e colaborativos comprometidos com desenvolvimento social, com a ética, e a responsabilidade socioambiental, tendo como base a conscientização do caráter interdisciplinar, multidisciplinar e transdisciplinar da EA, visando as melhores soluções para os problemas socioambientais.</p> Elizabeth de Fátima Correia Nilo Nunes Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244948 Educação ambiental nos ambientes formais e não formais: relato de experiência em Parintins-AM https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4949 <p>Este relato de experiência trata do projeto de extensão desenvolvido na cidade de Parintins, no estado do Amazonas, com o título Educação Ambiental e Sustentabilidade em espaços formais e não formais no município de Parintins – AM, financiado pela Universidade do Estado do Amazonas, através do Projeto de Apoio e Desenvolvimento da Extensão (PADEX) com o objetivo de&nbsp; disseminar a importância do desenvolvimento sustentável e a educação ambiental nos ambientes formais e não formais e desenvolver atividades de sensibilização ambiental. Foram realizados levantamento bibliográfico e discussão da temática com os envolvidos, foi organizada palestra de sensibilização em escolas selecionadas e em comunidades locais. Foi preparada uma oficina de aproveitamento de papel descartado e confecção de papel reciclado. O projeto está em andamento.</p> Itacinara Paulain Smith Daiana da Costa Azevedo Michel Souza de Souza Thiago Xisto Ferreira João D’Anuzio Menezes de Azevedo Filho Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244949 Geoinformação na análise de acidentes e fatos da navegação: Uma abordagem para a segurança marítima e o desenvolvimento regional https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4952 <p>Este estudo utiliza uma abordagem técnica, integrando geoprocessamento para analisar acidentes e fatos da navegação em Águas Jurisdicionais Brasileiras (AJB) de 2018 a 2022. A metodologia engloba a coleta de dados de relatórios anuais de Inquéritos Administrativos sobre Acidentes e Fatos da Navegação e cartas náuticas. Por meio de sistemas de informação geográfica (SIG), a análise visualiza dados, estabelecendo a base para abordagem geoespacial com técnicas de análise espacial e modelos estatísticos. Os resultados destacam a eficácia na identificação de áreas críticas, permitindo medidas específicas. Registra-se 263 naufrágios em esporte e recreio, 193 abalroamentos e 152 quedas em atividades similares durante o período estudado. Esses resultados reforçam conclusões, contribuindo para políticas públicas de segurança na navegação e desenvolvimento sustentável nas AJB.</p> Souhayl Ayoubi Rhiane de Assis Silva Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244952 Integrando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável à Educação Ambiental: Um Caminho para a Sustentabilidade Global https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4953 <p>Este artigo explora a integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Educação Ambiental, destacando sua importância, desafios e oportunidades. Os ODS representam uma agenda global para promover o desenvolvimento sustentável, enquanto a Educação Ambiental desempenha um papel crucial na conscientização e ação em prol da sustentabilidade. No entanto, a integração dos ODS na Educação Ambiental enfrenta obstáculos como falta de conscientização e dificuldades de avaliação. Experiências práticas, como o projeto "KABRUM!!! - Estúdio de Criatividade e Inovação em Comunicação &amp; Artes 2023-2", exemplificam como os ODS podem ser incorporados com sucesso na Educação Ambiental, envolvendo os alunos na produção de materiais educacionais. Recomenda-se capacitar educadores, promover parcerias e explorar abordagens pedagógicas inovadoras para fortalecer essa integração. Perspectivas futuras incluem estudos longitudinais e avaliação de impacto para entender melhor os efeitos das iniciativas de Educação Ambiental alinhadas aos ODS. Ao trabalharmos juntos para promover uma compreensão mais profunda dos ODS e sua relação com a Educação Ambiental, podemos contribuir para um futuro mais sustentável e inclusivo.</p> Camila Garcia Aguilera Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244953 Meu quintal é maior do que o mundo: (re)pensando as dimensões de um quintal agroflorestal https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4963 <p>Este estudo objetiva levantar reflexões para se (re)pensar as dimensões dos quintais agroflorestais, e isso é feito a partir de um quintal agroflorestal rural em contexto amazônico. Trabalha-se um colaborador, com dados e informações obtidos por meio da observação participante e da lista livre, em 2023 e em 2024. São muitos os estudos sobre quintais agroflorestais, com diferentes análises e abordagens. Mas o que esses trabalhos têm em comum é, quase sempre, a definição de quintal agroflorestal: o espaço adjacente à casa e que apresenta uma diversidade vegetal e, às vezes, animal, embora não exista uma definição universalmente aceita. Mostra-se que um quintal pode assumir feições e desenhos distintos; ele pode ser expandido para outras direções, englobando áreas com diferentes idades, ganhando novas configurações, significados e importâncias. No meio rural, ele pode se estender a perder de vista, pode ser incorporado pelo ambiente local, de tal modo que acaba se confundindo com a própria paisagem. Mostrou-se que um quintal pode ser formado em tempos, espaços e contextos distintos, e essas diferenças podem coexistir, confluindo para o bem-estar humano e ambiental. Conclui-se que nem todo quintal é limitado a um espaço ou barreira física / geográfica. Às vezes são os sentidos, os significados e os usos que as pessoas dão aos quintais que definem seus limites.</p> Edivandro Ferreira Machado Leonaldo de Carvalho Brandão Miguel Gabriel Moraes Santos Sarah Gabriella do Nascimento Silva Jakson da Silva Gonçalves Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244963 Mobilidade Urbana no Contexto das Cidades Sustentáveis: A Importância do Planejamento https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4954 <p>A rápida urbanização observada nas últimas décadas impôs uma série de desafios à sustentabilidade urbana. O aumento da poluição e as consequentes ameaças ao clima representam incentivos significativos para a promoção da sustentabilidade nas cidades. A construção de cidades sustentáveis requer um planejamento urbano eficiente e o comprometimento dos governantes locais nas esferas públicas pertinentes. Nesse contexto, este estudo tem como objetivo analisar a importância do planejamento urbano e da mobilidade no desenvolvimento de cidades sustentáveis. Destaca-se, igualmente, a relevância da política de infraestrutura e mobilidade urbana, que orienta o crescimento e desenvolvimento das cidades. É evidente que uma abordagem bem-sucedida do planejamento urbano resulta em efeitos positivos na promoção de um ambiente urbano mais qualificado e sustentável. Para alcançar este objetivo, o estudo envolverá uma revisão abrangente da literatura existente, incluindo obras e artigos relacionados ao tema. Além disso, serão analisados estudos de caso concretos, assim como legislação, jurisprudência e relatórios técnicos pertinentes. Este processo permitirá uma compreensão mais aprofundada da importância da mobilidade urbana no contexto da construção de cidades sustentáveis. Dessa forma, este estudo visa contribuir para o avanço do conhecimento sobre a inter-relação entre planejamento urbano, mobilidade e sustentabilidade</p> Gabriellin Buose Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244954 O papel da educação patrimonial na preservação das fachadas do centro histórico de São Cristóvão/SE: estudo de caso da cartilha de cores do Iphan https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4955 <p>Abordar educação e patrimônio é explorar dois temas intimamente interligados em sua essência e diretamente associados à temática dos direitos patrimoniais e culturais. A preservação do patrimônio arquitetônico e cultural é crucial para a manutenção da identidade e memória de uma comunidade, especialmente em locais históricos.&nbsp; Sendo assim, o objetivo deste artigo consistiu em investigar como a educação patrimonial influencia na preservação das fachadas do centro histórico de São Cristóvão, em Sergipe, após elevação da Praça São Francisco como patrimônio da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura -&nbsp; UNESCO. Quanto ao método utilizado, trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva, realizada&nbsp; a partir de uma revisão bibliográfica e documental sobre a temática abordada, e de uma pesquisa de campo com realização de 10 entrevistas semiestruturadas. Como resultados, observou-se que, a educação patrimonial desempenha um papel fundamental ao conscientizar os moradores sobre a importância da conservação das fachadas e ao fornecer orientações práticas, como aquelas apresentadas na cartilha de cores do IPHAN. Espera-se, portanto, que a pesquisa possa contribuir para o desenvolvimento de estratégias mais eficazes de educação patrimonial e preservação do patrimônio arquitetônico em São Cristóvão e em outras localidades com desafios similares.</p> Waleska Diniz Santana Mayana Chagas Carvalho Andréa de Oliveira Tourinho Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244955 O Papel do Profissional de Enfermagem na Gestão de Resíduos de Saúde: um estudo de revisão integrativa da literatura https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4959 <p>O objetivo deste estudo foi descrever o papel do profissional de enfermagem no processo de gerenciamento resíduos de serviços de saúde, em específico focando o seu impacto ambiental e para sociedade. Trata-se de uma revisão integrativa de literatura com abordagem qualitativa e descritiva, por meio de busca de artigos científicos nas bases indexadoras BVS, Scielo, Pubmed e Google Acadêmico. Do total de 1660 estudos encontrados, 68 foram lidos e avaliados em sua íntegra, e oito foram eleitos para este estudo. Conclui-se que o papel do profissional de enfermagem no gerenciamento de resíduos de serviços de saúde é crucial, destacando as consequências do gerenciamento inadequado, como problemas ambientais e de saúde pública. As implicações teóricas e metodológicas do estudo destacaram a necessidade de capacitação contínua dos profissionais de saúde e a implementação efetiva de um Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviço de Saúde (PGRSS) para garantir práticas seguras e sustentáveis no manejo dos resíduos hospitalares. As principais implicações sociais e ambientais do estudo ressaltaram a urgência de ações coordenadas entre profissionais de saúde, gestores e comunidade para garantir um gerenciamento adequado dos resíduos de saúde, visando à preservação da saúde pública e do meio ambiente. Além disso, faz-se necessário promover a capacitação contínua dos profissionais de saúde, além da elaboração e implementação de um Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviço de Saúde (PGRSS).</p> Ana Catarina Silva Oliveira Clemente Vanilza Maria Almeida André Serotini Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244959 O turismo pedagógico (TP) na escola como ferramenta de redução do transtorno do déficit de natureza (TDN) e a importância da escola na formação de professores com foco na educação ambiental https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4962 <p>O presente Artigo tem por finalidade discutir e compreender os benefícios oriundos da relação da criança com a natureza, impulsionando o seu desenvolvimento cognitivo, motor e criativo, dentre outros. Na análise encontram-se o Transtorno do Déficit de Natureza (TDN), o Turismo Pedagógico (TP) e o papel da Escola em uma Formação de Professores qualificada. Tendo como método uma pesquisa exploratória e descritiva através de um levantamento bibliográfico de autores e publicações que dão ênfase à temática. O objetivo geral consiste na análise do Turismo Pedagógico como um potencial ferramenta de combate para o Transtorno de Déficit de Natureza e a importância da Escola em uma Formação de Professores, com foco na Educação Ambiental. Como objetivos específicos: Compreender o Transtorno de Déficit de Natureza; Analisar o Turismo Pedagógico. Detalhar o importante papel da Escola como formadora neste processo. Dando base para responder à questão objeto do estudo: Como a Escola pode auxiliar na diminuição do Transtorno de Déficit de Natureza (TDN), com a Formação de Professores com foco na Educação Ambiental (EA) e da prática do Turismo Pedagógico (TP)?</p> Gicele Santos da Silva Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244962 O Turismo Rural como Possibilidade de Resistência do Modo de Vida Camponês https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4964 <p>O Turismo Rural é pautado na valorização de áreas rurais e da identidade de suas comunidades. Já o Modo de Vida Camponês está atrelado ao suprimento das necessidades imediatas como comer, morar, trabalhar e exercitar a espiritualidade relacionada a terra e a natureza. Assim, é possível aliar o Turismo Rural ao Modo de Vida Camponês ao proporcionar visibilidade das áreas de vivência dos camponeses, seus costumes e suas comidas típicas. A pesquisa tem como objetivo apresentar o que é e como se dá o modo de vida camponês, contextualizando como ele atuou historicamente e o seu lugar na modernidade, apresentar definições e diretrizes do turismo rural, além de analisar o Turismo Rural na Agricultura Familiar e como essa modalidade se aproxima de maneira mais significativa da possibilidade de uma aliança entre o turismo rural e o modo de vida camponês. Para a compreensão desse assunto, foi utilizada como metodologia o levantamento e análise bibliográfica e documental. Dessa forma, este trabalho busca destacar a importância de uma abordagem que valorize a cultura e a inclusão da comunidade local. Ao reconhecer o potencial de uma aliança entre o Turismo Rural e o modo de vida camponês, pode-se abrir caminho para experiências turísticas mais enriquecedoras e contribuir para a superação da visão de inferioridade que a sociedade moderna possui perante as comunidades rurais e camponesas, exaltando assim seu modo de vida, que pode nos ensinar e inspirar.</p> Milena Cardoso Garbossi Ideni Terezinha Antonello Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244964 Percepção do uso e descarte de pilhas e baterias https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4966 <p>&nbsp;A crescente demanda de eletroeletrônicos no Brasil faz com que a utilização de pilhas e baterias seja proporcional ao consumo de aparelhos que as requerem para poderem funcionar. A carência de alternativas e a falta de informação da população fazem com que pilhas e baterias sejam destinadas em locais incorretos, podendo assim, acarretar sérios danos ambientais.&nbsp; Desse modo o objetivo desse trabalho foi verificar a percepção do uso e do descarte de pilhas e baterias. O estudo foi realizado no campus Águas Lindas do IFG. Um questionário foi aplicado com os estudantes do curso técnico integrado em Meio Ambiente. Ao todo 46 estudantes de forma voluntária participaram da pesquisa, sendo que estão distribuídos entre as séries do 1, 2 e 3os anos. Os entrevistados usam pilhas e baterias em diferentes tipos de equipamentos, relatando que o material usado em sua maioria são guardados, já que perto de sua residência não há ponto de coleta, dessa forma uma parcela dos entrevistados descartam esse material no lixo comum. Os entrevistados conhecem a problemática, o que remontam a importância desses estudos e de ações de educação ambiental para a orientação do descarte ambientalmente adequado e que esteja de acordo com as normativas.</p> Leonardo Ramos da Silveira Gustavo Vieira do Santos Pedro Lucas de Souza Clementino Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244966 Reuso de efluente industrial: desafios e oportunidades no contexto brasileiro https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4967 <p>Este artigo aborda o cenário atual do reuso e relaciona a sua aplicabilidade com a legislação pertinente. A pesquisa foi desenvolvida através de revisão bibliográfica sobre o reuso da água, voltada reuso principalmente para efluentes industriais, com o objetivo de expor os obstáculos que esta prática possui no cenário atual do país e também analisar as contribuições que advém para a expansão do reuso. A minimização da extração dos recursos, a promoção de uma gestão integrada do uso da água e o oferecimento de benefícios ambientais, sociais e econômicos para a sociedade foram os principais fatores que alavancaram o estudo do tema. Os resultados obtidos através da matriz de SWOT, indicam que o desenvolvimento de tecnologias de tratamento podem ser uma alternativa benéfica para os setores agrícola e industrial, mas no cenário atual a falta de legislação e normativas para embasamento do desenvolvimento e implantação de tecnologias de reuso ainda é um fator impactante para o crescimento das práticas. A conclusão do estudo propõe que para implantação das práticas de reuso é notório primordialmente a criação de leis para o direcionamento a processos e tecnologias de reuso, assim como a parâmetros principalmente no ramo industrial e também as práticas de conscientização da sociedade em paralelo ao desenvolvimento das leis e normas relacionadas ao reuso.</p> Fabiana Aparecida de Lima Cali Laguna Achon Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244967 Uso de Indicadores de Sustentabilidade Ambiental Força-Motriz-Pressão-Estado-Impacto-Resposta (FPEIR) para avaliação de doenças de veiculação hídrica na Cidade de Parintins-AM, na Lagoa da Francesa https://publicacoes.amigosdanatureza.org.br/index.php/anap_brasil/article/view/4968 <p>Atualmente, a preocupação com a poluição dos rios urbanos aumentou devido ao crescimento populacional e ao lançamento de efluentes sem tratamento adequado, resultando na degradação desses corpos hídricos. Este estudo aborda sobre o uso de Indicadores de Sustentabilidade Ambiental (FPEIR) para avaliar doenças de transmissão hídrica na Lagoa da Francesa, em Parintins-AM, e busca avaliar as perturbações ambientais e os seus impactos na verificação de doenças de veiculação hídrica, e de seus impactos na saúde pública. Utilizou-se o Protocolo de Avaliação Rápida (PAR) para realizar análises preliminares e observações no local. O estudo é bibliográfico, documental, exploratório e descritivo, com abordagem qualitativa, baseado em informações de órgãos governamentais, como o IBGE<a href="#_ftn1" name="_ftnref1">[1]</a>, o DATASUS<a href="#_ftn2" name="_ftnref2">[2]</a> e a SEPLAN<a href="#_ftn3" name="_ftnref3">[3]</a>. Os resultados indicaram uma grande quantidade de embarcações poluindo o ambiente fluvial com resíduos químicos e sólidos, além do crescimento populacional e a falta de aplicação de Leis Ambientais e do Plano Diretor. As águas ao redor da Lagoa da Francesa estão contaminadas com metais pesados, como Chumbo, Cobre, Cádmio, Níquel e Zinco. Embora não tenham sido encontrados casos alarmantes de doenças de transmissão hídrica, foram registradas a malária e a dengue, mais comuns durante a estiagem. Portanto, é necessário um reordenamento espacial, educação ambiental, gestão integrada e participativa dos recursos hídricos, e implementação dos instrumentos da Política Nacional de Recursos Hídricos, das Leis Ambientais e do Plano Diretor da cidade de Parintins-AM.</p> <p>&nbsp;</p> <p><a href="#_ftnref1" name="_ftn1">[1]</a> Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.</p> <p><a href="#_ftnref2" name="_ftn2">[2]</a> Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde.</p> <p><a href="#_ftnref3" name="_ftn3">[3]</a> Secretaria de Estado do Planejamento.</p> Fernando Mucussete Carlossandro Carvalho de Albuquerque João D’Annunzio Menezes de Azevedo Filho Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0 2024-05-10 2024-05-10 17 42 10.17271/19843240174220244968