IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DA DENGUE EM MUNICÍPIOS PAULISTAS ENTRE OS ANOS DE 2003 A 2011

Autores

  • Érika Ramos de Oliveira
  • Fernando Frei

DOI:

https://doi.org/10.17271/1980082712120161365

Resumo

Este estudo exploratório teve por objetivo a busca de padrões do Aedes (Stegomya) aegypti L., vetor da dengue, em dez municípios paulistas entre os anos de 2003 a 2011. As variáveis adotadas foram variáveis climáticas, altitude, densidade populacional, índice de infestação predial (IIP), resistência ao temephos, taxa de casos de dengue autóctones e importados. Os dez municípios do estado de São Paulo estudados foram Araçatuba, Bauru, Campinas, Marília, São José do Rio Preto, São Paulo, Santos, Sorocaba, Ribeirão Preto e Presidente Prudente. Os resultados obtidos demonstram que os padrões da dengue são dinâmicos ao longo do período pesquisado para os municípios em foco. Os municípios foram agrupados em três grupos mais permanentes ao longo do tempo estudado, apesar da flutuação na composição e número dos agrupamentos. Os grupos mais consistentes indicaram relação com a classificação climática de Köppen-Geiger, confirmando a relação intensa do clima com o vetor e a epidemiologia da dengue. O município de Santos foi classificado como grupo único em todos os anos, pois possui um perfil distinto para a bioecologia e resistência ao temephos do Aedes aegypti, consecutivamente da dengue.

 

PALAVRAS-CHAVE: Aedes aegypti. Dengue. Análise de agrupamento.

 

 

ABSTRACT

This exploratory study aimed to search for patterns of Aedes (Stegomya) aegypti L., the dengue vector, in ten cities located in São Paulo state between years 2003 to 2011. The used variables were climatic variables, elevation, population density, index of house infestation, resistance to temephos, and rate of indigenous and imported dengue cases. The ten studied cities were Araçatuba, Bauru, Campinas, Marília, São José do Rio Preto, São Paulo, Santos, Sorocaba, Ribeirão Preto and Presidente Prudente in Brazil. The results showed that the patterns of dengue are dynamic throughout the studied period for the cities in focus and these cities were grouped into three more permanent groups over studied time, despite the fluctuation in composition and number of clusters. The most consistent groups indicated a relation with the climatic classification of Köppen-Geiger, confirming the close relationship between climate and epidemiology of dengue vector. The municipality of Santos was classified as unique in each year group, because it has a distinct profile for bioecology and resistance to temephos in Aedes aegypti, and consecutively to dengue.

 

KEY WORDS: Aedes aegypti. Dengue. Cluster analysis.

 

 

RESUMEN

Este estudio exploratorio tiene como objetivo identificar conductas del Aedes (Stegonya) aegypti L., vector del dengue, en diez comarcas nombradas a seguir entre los años de 2003 a 2011. Las variables utilizadas fueron las climáticas, de altura, de densidad de población, la de infestación de edificios (IIP), la de resistencia a los temephos, la tasa de casos de dengue autóctono e importado. Diez ciudades se seleccionaron para que hagan parte del estudio: Araçatuba, Bauru, Campinas, Marília, São José do Rio Preto, São Paulo, Santos, Sorocaba, Ribeirão Preto y Presidente Prudente en São Paulo, Brasil. Los resultados demuestran que las conductas del dengue son dinámicas a lo largo del período de investigación para los municipios en el foco. Los condados se agruparon en tres grupos más permanentes en el tiempo estudiado, a pesar de la fluctuación en la composición y número de conglomerados. Los grupos más consistentes indicaron relación con la clasificación climática de Köppen-Geiger, lo que confirma la estrecha relación con el clima y la epidemiología del dengue vector. El municipio de Santos fue considerado como único en cada grupo de años, debido a que tiene un perfil distinto para bioecología y la resistencia a temephos en Aedes aegypti, el dengue de forma consecutiva.

 

PALABRAS-CLAVE: Aedes aegypti. El dengue. Análisis de aglomerados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-25

Como Citar

Oliveira, Érika R. de, & Frei, F. (2016). IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DA DENGUE EM MUNICÍPIOS PAULISTAS ENTRE OS ANOS DE 2003 A 2011. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 12(1). https://doi.org/10.17271/1980082712120161365

Edição

Seção

Artigo Completo