Melhoria da Qualidade da Água no Estado de Santa

Autores

  • Gilmar de Almeida Gomes
  • Naraiana Bovenschulte de Jesus
  • Carolina Franchini

DOI:

https://doi.org/10.17271/1980082712520161468

Resumo

O Estado de Santa Catarina tem como característica elevada população rural, onde os recursos hídricos estão sofrendo várias formas de contaminação, podendo gerar impactos tanto nas águas subterrâneas como nas superficiais. O objetivo do presente estudo foi avaliar a qualidade da água do perímetro rural de cidades da região Oeste, com enfoque maior em Pinhalzinho, Meio Oeste e Norte catarinense. Foram feitas análises microbiológicas (coliformes totais e termotolerantes) e físico-químicas (cloreto, pH e sólidos totais) segundo métodos propostos pela FUNASA (Fundação Nacional da Saúde). Os resultados mostram que todas as águas possuem algum parâmetro fora dos padrões estabelecidos pelo CONAMA (Conselho Nacional de Meio Ambiente): na região Meio Oeste o teor de sólidos totais apresentou-se acima do padrão estabelecido na cidade 9 e na região Norte as cidades 1 e 6 apresentaram valores de pH abaixo do estabelecido por esta legislação. Os coliformes totais e termotolerantes foram detectados em todas as regiões analisadas.

 

PALAVRAS-CHAVE: Perímetro rural. Qualidade da água. Meio ambiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-31

Como Citar

Gomes, G. de A., Jesus, N. B. de, & Franchini, C. (2016). Melhoria da Qualidade da Água no Estado de Santa. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 12(5). https://doi.org/10.17271/1980082712520161468

Edição

Seção

Artigo Completo

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)