Percepção dos Usuários para o Uso Racional da Água em Escolas Públicas de Recife-PE

Autores

  • Anna Elis Paz Soares
  • Luiz Gustavo Costa Ferreira Nunes
  • Simone Rosa da Silva

DOI:

https://doi.org/10.17271/1980082712620161483

Resumo

O presente trabalho objetiva a análise do comportamento dos usuários em relação ao consumo de água em duas edificações de tipologia escolar da cidade do Recife (PE). A metodologia utilizada baseia-se em estudos similares realizados em Campinas (SP) e no Triângulo Mineiro (MG), que consiste na aplicação de questionários de avaliação e formulários de observação, para determinação do índice de percepção dos usuários (IU). As duas escolas foram divididas em três ambientes distintos (cozinha, limpeza e banheiros), de acordo com as atividades consumidoras de água e usuários característicos. Nos dois prédios estudados o ambiente com o maior índice foi o do banheiro, enquanto, o de menor índice de percepção foi o de limpeza. No geral, o IU das escolas foi classificado como médio, indicando que muitas atividades são realizadas de forma desperdiçadora e reafirmando a importância de ações educativas com ênfase na conscientização sobre o uso racional da água, não só para os alunos, mas também para os funcionários que compõem as escolas.

 

PALAVRAS-CHAVE: Escolas Públicas. Uso racional da água. Índice de Percepção. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-31

Como Citar

Soares, A. E. P., Nunes, L. G. C. F., & Silva, S. R. da. (2016). Percepção dos Usuários para o Uso Racional da Água em Escolas Públicas de Recife-PE. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 12(6). https://doi.org/10.17271/1980082712620161483

Edição

Seção

Artigo Completo