Expansão Urbana e seus efeitos na qualidade da água e marisco: estudo de caso em área de manguezal em Barra de Gramame, João Pessoa, PB

Autores

  • Cynthia Alves Félix de Sousa
  • Helga Chaves de Brito
  • Bárbara Meira De Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.17271/1980082713120171497

Resumo

A expansão das cidades, o crescimento demográfico e a ocupação dos espaços urbanos sem planejamento, geram problemas de difícil controle. Inseridos nesses espaços estão às regiões costeiras, especialmente os manguezais, que são zonas de transição entre ambientes marinhos e terrestres. Dentre os impactos negativos ocorridos nesses locais está a poluição dos corpos hídricos proveniente do lançamento de efluentes domésticos devida à ausência de serviços básicos, como saneamento, e apresenta uma forte relação com a saúde pública. Portanto, o trabalho tem por objetivo avaliar a qualidade da água e de mariscos (ostras) em uma área de mangue utilizando indicadores de contaminação e através da metodologia, apresentar os impactos negativos ocasionados pela expansão urbana desordenada. Esse Sistema de monitoramento pode ser associado ao planejamento urbano e ambiental no tocante às ações de gestão e de políticas públicas.

 

PALAVRAS-CHAVE: Planejamento Urbano. Poluição. Saneamento. Saúde Pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-01-01

Como Citar

Sousa, C. A. F. de, Brito, H. C. de, & Oliveira, B. M. D. (2017). Expansão Urbana e seus efeitos na qualidade da água e marisco: estudo de caso em área de manguezal em Barra de Gramame, João Pessoa, PB. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 13(1). https://doi.org/10.17271/1980082713120171497

Edição

Seção

Artigo Completo