O uso ritual da Ayahuasca e práticas de conservação florestal em paisagens fragmentadas de Rondônia: um reconhecimento com classificação GEOBIA

Autores

  • Julien Marius Reis Thevenin
  • Edson Luís Piroli

DOI:

https://doi.org/10.17271/1980082713320171692

Resumo

Diante do avanço do desmatamento, da fragmentação da vegetação e do desafio de encontrar arranjos institucionais que favoreçam a conservação florestal é que se inicia esta pesquisa. Estudos anteriores apontam que a relação estabelecida entre religiões que fazem o uso ritual do chá Ayahuasca com a natureza tem contribuído para a conservação de áreas de floresta, associado a sua valorização não econômica e á comportamentos pró-ecológicos vinculados ao plantio das espécies ritualísticas – Banisteriopsis caapi e Psychotria viridis – em ambiente florestal. Esse estudo de caso analisou a cobertura da terra em 10 propriedades rurais e de seu entorno, pertencentes ao “Centro Espírita Beneficente União do Vegetal” e ao “Centro de Irradiação Espiritual - Casa de Jesus e Lar de Frei Manoel”, no estado de Rondônia, a partir de um enfoque ecológico da paisagem, por meio de imagens de satélite em alta resolução (Quickbird) e classificação orientada a objetos (GEOBIA). De modo geral, obteve-se que nos territórios analisados 98% se encontra coberto por vegetação nativa, em estágio inicial, intermediário e avançado de regeneração enquanto que nas áreas de entorno mapeadas apenas 50,5% ainda possuem tal cobertura. Seis dessas propriedades constituem “ilhas” de vegetação nativa em meio a pastagens e áreas agrícolas e sofrem fortes efeitos de borda, que têm sido atenuados pelas práticas de manejo e reflorestamento das comunidades ayahuasqueiras. As demais propriedades se inserem em fragmentos com dimensões acima de 300 ha e são consideradas de alto valor para a conservação da biodiversidade. PALAVRAS-CHAVE: Ecologia de Paisagem. Classificação orientada a objeto. Território religioso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-19

Como Citar

Thevenin, J. M. R., & Piroli, E. L. (2017). O uso ritual da Ayahuasca e práticas de conservação florestal em paisagens fragmentadas de Rondônia: um reconhecimento com classificação GEOBIA. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 13(3). https://doi.org/10.17271/1980082713320171692

Edição

Seção

Artigo Completo