INFLUÊNCIA DO REGIME PLUVIOMÉTRICO NO TRANSPORTE FLUVIAL DE SEDIMENTOS NA BACIA DO CÓRREGO MOEDA, TRÊS LAGOAS/MS

Autores

  • Rafael Brugnolli Medeiros
  • André Luiz Pinto
  • Luzilene de Oliveira Souza da Silva

DOI:

https://doi.org/10.17271/19800827822012240

Resumo

Este artigo avaliou a influencia do regime climático na vazão e no transporte de sedimentos em suspensão, ao longo das estações de inverno e primavera de 2011, e o verão de 2012, na bacia do Córrego Moeda. Bacia esta que, abrange 26.839,15 ha no município de Três Lagoas e possui 55,7% de sua área recoberta por florestas de eucalipto e 19,9% com pastagens plantadas. Foram escolhidas onze estações de monitoramento ao longo do canal principal e da foz de seus afluentes da margem esquerda, os córregos Querência e Buriti. Concluiu-se que, após a forte estiagem do inverno, com penas 18,3 mm de precipitação, o solo ressecado e desagregado, ficou exposto às fortes chuvas da primavera, que promoveram elevado transporte de sedimentos em suspensão. No verão, apesar do pequeno acréscimo de precipitação em relação à primavera, ocorreu brusca redução do transporte, mostrando a eficiência das práticas conservacionistas, em especial, ao longo dos hortos 21 de eucalipto da FIBRIA MS celulose Sul-matogrossense Ltda. Concluiu-se que nesta bacia, o plantio de eucalipto, promove a infiltração, protegendo mais o solo contra a ação das águas pluviais, proporcionando a redução do transporte de sedimentos em suspensão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-11-10

Como Citar

Medeiros, R. B., Pinto, A. L., & Silva, L. de O. S. da. (2012). INFLUÊNCIA DO REGIME PLUVIOMÉTRICO NO TRANSPORTE FLUVIAL DE SEDIMENTOS NA BACIA DO CÓRREGO MOEDA, TRÊS LAGOAS/MS. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 8(2). https://doi.org/10.17271/19800827822012240

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>