ESTUDO COMPARATIVO ENTRE ATIVIDADES URBANAS E AGRÍCOLAS SOBRE A QUALIDADE DA ÁGUA DO RIO LAJEADO BONITO EM PINHALZINHO-SC

Autores

  • Diego Alex Mayer
  • Gilmar de Almeida Gomes
  • Weber da Silva Robazza

DOI:

https://doi.org/10.17271/19800827822012247

Resumo

O objetivo deste trabalho é caracterizar e compreender de que forma o sistema aquático comporta-se com as alterações provocadas pelo homem. A área de estudo localiza-se no município de Pinhalzinho, sendo que o córrego estudado é conhecido como Rio Lajeado Bonito. A caracterização foi realizada através de análises físicas e químicas como: condutividade elétrica (CE), pH, temperatura, cloreto, fósforo, demanda química de oxigênio (DQO) e dureza no período de março a julho de 2010. Com os resultados obtidos verificamos que o Ponto 2 localizado na área urbana apresentam maior antropogenia do que os pontos localizados na área rural, pois nestes pontos foram encontradas as maiores concentrações de cloreto, dureza, fósforo, CE e DQO. Isto indica que na área urbana o córrego está sofrendo consideravelmente com a ação humana e uma das explicações para este fato é negligência da população com o meio ambiente. Essa ação antrópica também é verificada quando avaliamos o comportamento conservativo do íon cloreto em função da CE e da DQO. A partir deste trabalho podemos verificar que a área urbana contribui mais para o impacto ambiental do que a área rural, devido a maior mistura de íons com as águas do córrego.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-11-10

Como Citar

Mayer, D. A., Gomes, G. de A., & Robazza, W. da S. (2012). ESTUDO COMPARATIVO ENTRE ATIVIDADES URBANAS E AGRÍCOLAS SOBRE A QUALIDADE DA ÁGUA DO RIO LAJEADO BONITO EM PINHALZINHO-SC. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 8(2). https://doi.org/10.17271/19800827822012247

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)