REFLEXÕES ACERCA DO IMPACTO SOCIAL E AMBIENTAL GERADO PELO AVANÇO DO AGRONEGÓCIO SUCROALCOOLEIRO

Autores

  • Munir Jorge Felicio
  • Caroline Kraus Luvizotto
  • Yeda Ruiz Maria

DOI:

https://doi.org/10.17271/19800827872012326

Resumo

O debate sobre agrocombustíveis e a soberania alimentar são componentes das novas configurações e dos novos protagonistas da realidade agrária e agrícola no Brasil e no mundo. Esse artigo tem como objetivo analisar os impactos sociais e ambientais gerados pelo avanço do capital sucroalcooleiro, que compreende o debate atual sobre a complexidade da questão agrária, pensada a partir das discussões em que se defrontam os diversos estudos desenvolvidos por teorias que contém distintas visões de mundo e de ser humano. É cada vez mais premente o debate sobre o equilíbrio entre a evolução econômica, a preservação ambiental e a equidade social, partindo do principio segundo o qual compreende-se desenvolvimento rural como um conjunto de ações e práticas públicas e privadas dirigidas para atender as necessidades dos produtores e famílias rurais de menores recursos para melhorar sua qualidade de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-11-10

Como Citar

Felicio, M. J., Luvizotto, C. K., & Maria, Y. R. (2012). REFLEXÕES ACERCA DO IMPACTO SOCIAL E AMBIENTAL GERADO PELO AVANÇO DO AGRONEGÓCIO SUCROALCOOLEIRO. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 8(7). https://doi.org/10.17271/19800827872012326