COMPORTAMENTO DE ESPÉCIES DE EUCALIPTOS PARA REFLORESTAMENTO NA REGIÃO DA ALTA PAULISTA

Autores

  • Fernando Takayuki Nakayama
  • Denilson Burkert
  • Danilo Marcelo Aires dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.17271/19800827872012332

Resumo

A eucaliptocultura é uma atividade de destaque em termos nacionais, gerando divisas significativas. Apesar do gênero Eucalyptus possuir centenas de espécies na sua região de origem, menos de dez são usualmente plantadas no Brasil e devido à diversidade de climas e solos, é fundamental o amplo teste destas espécies para avaliar sua adaptabilidade, crescimento e potencial de uso pelos produtores rurais. Desse modo, A inserção de novos materiais na região Nova Alta Paulista tem como objetivo aumentar o leque de opções para produtores da região, demonstrando finalidades e recomendações das mais diversas densidades, finalidades e tipos de madeira, atendendo a demanda sustentável regional de madeira reflorestada. O presente trabalho é conduzido na unidade de pesquisa regional pertencente à APTA PRDTA Alta Paulista, e avalia 18 materiais genéticos entre espécies, clones e híbridos de eucalipto. Foram avaliados altura de plantas, diâmetro de caule, e matéria seca de folhas, caule e raiz. De acordo com os resultados obtidos as plantas “estercadas” no plantio têm demonstrado desempenho superior para todas as variáveis avaliadas e As espécies E. urophylla I e II, E. camaldulensis, híbridos E. urograndis E. urophylla x E. grandis e o clone Piracicaba III têm de maneira geral se destacado à campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-11-10

Como Citar

Nakayama, F. T., Burkert, D., & Santos, D. M. A. dos. (2012). COMPORTAMENTO DE ESPÉCIES DE EUCALIPTOS PARA REFLORESTAMENTO NA REGIÃO DA ALTA PAULISTA. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 8(7). https://doi.org/10.17271/19800827872012332

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)