PERCEPÇÃO AMBIENTAL: CONTRIBUIÇÕES E PRÁTICAS INDÍGENAS PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS NO BAIXO RIO NEGRO

Autores

  • Francisco César Brito Vieira
  • Josefina Barrera Kalhil
  • Maria Auxiliadora Ruiz

DOI:

https://doi.org/10.17271/198008278102012345

Resumo

O presente trabalho é fruto de pesquisa e vivência nas comunidades indígenas, Terra Preta, Três Unidos e Nova Esperança, localizadas no baixo rio Negro, zona rural de Manaus. A experiência aqui relatada tem como objetivo mostrar que as sociedades indígenas são portadoras de conhecimentos que necessitam serem inseridos na educação formal pela relevância de sua contribuição e respeito ao meio ambiente. Os procedimentos metodológicos foram norteados pela pesquisa participante a fim  de possibilitar maior interação entre o pesquisador e seu objeto de estudo. A reflexão da pesquisa foi orientada pelo método etnográfico que enfatiza a intenção de interpretar e compreender como se dá o processo de construção dos saberes tradicionais e respeito pelo meio ambiente, relacionando os seus significados com o homem e o seu meio. As comunidades indígenas, além de buscarem uma alternativa rentável através de práticas sustentáveis como o artesanato, passam valores as futuras geraçoes sobre sustentabilidade e manutençao do seu habitat. Os dados foram coletados através das técnicas de observação direta, e do uso de entrevista semi-estruturada a fim de contextualizar e compreender os significados das informações obtidas. A mudança, nos aspectos socioculturais e de conhecimentos, é um processo inevitável e irreversível que às vezes aparece de forma violenta. Acreditamos que o presente trabalho é de profunda relevância para professores e pesquisadores por suscitar uma questão que é sempre atual como questão ambiental. Diante disso percebe-se que a necessidade da construção de projetos mais eficazes de parcerias que possam dar respaldo aos interesses dessas comunidades indígenas para que ocorram significativas trocas, onde haja reconhecimento e valorização desses conhecimentos para que, a educação, saberes tradicionais, percepção ambiental e a sustentabilidade caminhem sempre juntos, possibilitando aos povos indígenas a preservação das suas culturas e do meio ambiente onde vivem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-11-10

Como Citar

Vieira, F. C. B., Kalhil, J. B., & Ruiz, M. A. (2012). PERCEPÇÃO AMBIENTAL: CONTRIBUIÇÕES E PRÁTICAS INDÍGENAS PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS NO BAIXO RIO NEGRO. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 8(10). https://doi.org/10.17271/198008278102012345

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)