SAÚDE, SANEAMENTO E A QUALIDADE URBANA AMBIENTAL: OS DESAFIOS DO PLANEJAMENTO URBANO AMBIENTAL.

Autores

  • Alba Regina Azevedo Arana
  • Edilene Mayumi Murashita Takenaka
  • Mayara Pissutti Albano

DOI:

https://doi.org/10.17271/198008278122012352

Resumo

Analisar a qualidade urbana ambiental é um importante subsídio ao planejamento, pois fornece informações que contribuem para a qualidade de vida da população frente ao conceito de qualidade ambiental que integra o conceito de qualidade de vida, ou seja, cria a necessidade do diagnóstico da existência ou não de condições saudáveis de habitação, em termos humanos, sociais-ambientais, econômicos, dentre outros, obtidos em conjunto num determinado local. Este trabalho discute a importância do planejamento ambiental urbano enfocando a saúde e o saneamento básico como premissas à qualidade de vida nos centro urbanos.  Os dados foram obtidos por meio de pesquisas já realizadas confrontadas com informações de pesquisa bibliográfica. Pode-se observar o importante papel desempenhado pela participação das instituições públicas, comunidades locais e setores econômicos na implementação de projetos e ações no espaço urbano e regional, visando o desenvolvimento sustentável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-11-12

Como Citar

Arana, A. R. A., Takenaka, E. M. M., & Albano, M. P. (2012). SAÚDE, SANEAMENTO E A QUALIDADE URBANA AMBIENTAL: OS DESAFIOS DO PLANEJAMENTO URBANO AMBIENTAL. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 8(12). https://doi.org/10.17271/198008278122012352

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)