AVALIAÇÃO DO RETARDAMENTO DE FOSFATO EM COLUNAS INDEFORMADAS DE SOLO RESIDUAL ARENOSO DE ÁREA IRRIGADA COM EFLUENTE DE TRATAMENTO DE ESGOTOS

Autores

  • Vanessa Almeida de Godoy
  • Lázaro Valentin Zuquette

DOI:

https://doi.org/10.17271/198008279112013667

Resumo

RESUMO: A irrigação de solos agrícolas com efluentes de tratamento de esgotos é uma das alternativas para regiões com solos pobres e com escassez de água. No entanto, nos efluentes podem existir altas concentrações de fosfato (PO43-) que pode contaminar as águas subterrâneas e comprometer a saúde e o abastecimento da população. Esta pesquisa buscou avaliar o retardamento do fosfato a partir de ensaios de laboratório em colunas indeformadas de solo arenoso. Inicialmente o solo foi caracterizado física, físico-química e mineralogicamente. Em seguida, obtiveram-se os parâmetros de fluxo de água, i.e. velocidade linear média (v),  velocidade de Darcy (q) e condutividade hidráulica (k). Depois, iniciou-se a percolação três soluções de (NH4)2HPO4 durante 20 volumes de poros. A partir da curva de chegada do fosfato, construiu-se a isoterma de sorção deste íon e obteve-se o seu fator de retardamento. Os resultados indicam que o solo, devido principalmente às características de dupla porosidade e à composição química, está retendo o fosfato. Esses resultados sugerem que é necessário conhecer o comportamento do PO43- nos solos para que assim possa haver compatibilização das soluções para prover saneamento básico com um reuso mais sustentável na irrigação agrícola.

 

Palavras-chave: Retenção. Fosfato. Efluente. Solo Arenoso

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-11-10

Como Citar

Almeida de Godoy, V., & Valentin Zuquette, L. (2013). AVALIAÇÃO DO RETARDAMENTO DE FOSFATO EM COLUNAS INDEFORMADAS DE SOLO RESIDUAL ARENOSO DE ÁREA IRRIGADA COM EFLUENTE DE TRATAMENTO DE ESGOTOS. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 9(11). https://doi.org/10.17271/198008279112013667