A paisagem cultural da cidade de Macapá: o rio comanda a vida.

Autores

  • José Alberto Tostes
  • Antônio da Justa Feijão
  • Cássia Ingrid Rosa Moura

DOI:

https://doi.org/10.17271/2318847253420171619

Resumo

O objetivo da pesquisa é analisar a relação das águas, rio/cidade e paisagem cultural em Macapá, no contexto da identidade com o patrimônio da Fortaleza de São José de Macapá e das influências do rio Amazonas na organização do espaço urbano da cidade. Para o desenvolvimento do estudo foi adotado o método histórico dialético com estudo qualitativo e elaboração de cartografias, a investigação foi desenvolvida pelo Grupo de Pesquisa Arquitetura e Urbanismo na Amazônia da Universidade Federal do Amapá. A importância do tema abordado reside na compreensão da relação rio/cidade e paisagem cultural como processos de interação que influenciam na organização do espaço urbano na região Amazônica, a exemplo de Macapá. Os resultados evidenciam que a interação entre águas, rio/cidade e paisagem cultural foi e ainda são fatores extremamente relevantes para a morfologia do lugar e por isso a conexão entre tais agentes não podem ser desconsiderados no planejamento de Macapá, bem como na sensibilização das práticas de preservação ambiental.

 

PALAVRAS-CHAVE: Rio. Fortificações. Paisagem Cultural

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

09-12-2017

Como Citar

Tostes, J. A., Feijão, A. da J., & Moura, C. I. R. (2017). A paisagem cultural da cidade de Macapá: o rio comanda a vida. Revista Nacional De Gerenciamento De Cidades, 5(34). https://doi.org/10.17271/2318847253420171619

Edição

Seção

Artigos Completos