Qualidade e preservação da água das fontes minerais naturais do município de Amparo – SP

Autores

  • Thainara Perondini de Almeida
  • Juliana Heloisa Pinê Américo-Pinheiro
  • Luiz Sergio Vanzela
  • Roberto Andreani Junior

DOI:

https://doi.org/10.17271/2318847285620202298

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi avaliar a qualidade das águas das fontes minerais naturais disponibilizadas para consumo humano no município de Amparo - SP. Foram avaliados cor aparente, turbidez, cloro residual livre, coliformes totais, presença de bactérias Escherichia coli e pH de 8 fontes municipais mensalmente durante 12 meses. Os cálculos de média e desvio padrão dos parâmetros foram efetuados e, para determinar o coeficiente de correlação entre as variáveis, foi utilizado o método de Pearson. A cor aparente, o pH e o cloro residual livre das fontes se enquadraram no padrão de potabilidade do Ministério da Saúde. Para a turbidez, 4 fontes apresentaram valores acima do padrão de potabilidade da água. Em 2 fontes de água analisadas foram detectadas bactérias do grupo dos coliformes totais em apenas 1 mês. Na análise de correlação dos parâmetros, constatou-se correlação entre cor aparente e turbidez, sendo que os demais não se relacionam. PALAVRAS-CHAVE: Coliformes totais. Cloro residual livre. Potabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

22-03-2020

Como Citar

Almeida, T. P. de, Américo-Pinheiro, J. H. P., Vanzela, L. S., & Junior, R. A. (2020). Qualidade e preservação da água das fontes minerais naturais do município de Amparo – SP. Revista Nacional De Gerenciamento De Cidades, 8(56). https://doi.org/10.17271/2318847285620202298

Edição

Seção

Artigos Completos