Em busca de cidades saudáveis: metodologia de análise de indicadores ambientais urbanos em Uberlândia, Minas Gerais

Autores

  • Josimar dos Reis de Souza
  • Beatriz Ribeiro Soares

DOI:

https://doi.org/10.17271/1980082713120171496

Resumo

O presente estudo teve por objetivo analisar indicadores ambientais da área urbana de Uberlândia a partir de metodologia desenvolvida por Souza (2016), buscando contribuir com novos caminhos e possibilidades de análise da qualidade de vida no intraurbano, via perspectivas do movimento Cidades Saudáveis, que tem se consolidado em várias partes do mundo. Os indicadores foram selecionados tomando como base o Censo Demográfico de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A análise estatística compreendeu três elementos básicos: proporção da presença do indicador no setor censitário pelo valor total desse na cidade; relação do indicador com o número de habitantes/domicílios do setor; e distribuição, dada pela média aritmética entre esses resultados. Os valores obtidos foram normatizados em valores compreendidos entre zero e um e espacializados nos 639 setores urbanos, 69 bairros de Uberlândia e cinco setores urbanos (norte, sul, leste, oeste e central), utilizando Sistema de Informação Geográfica (SIG). A partir da análise foi possível elencar áreas da cidade de que necessitam de maior atenção do poder público, com vistas à construção e consolidação de ambiente urbano mais saudável.

PALAVRAS-CHAVE: Cidades Saudáveis. Qualidade de Vida. Indicadores Ambientais Urbanos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-01-01

Como Citar

Souza, J. dos R. de, & Soares, B. R. (2017). Em busca de cidades saudáveis: metodologia de análise de indicadores ambientais urbanos em Uberlândia, Minas Gerais. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 13(1). https://doi.org/10.17271/1980082713120171496

Edição

Seção

Artigo Completo