BARAÚNA: DIÁLOGO ENTRE NATUREZA E SOCIEDADE

Authors

  • Raí Vinícius Santos
  • Maria Betânia Moreira Amador

DOI:

https://doi.org/10.17271/19800827972013552

Abstract

RESUMO: O trabalho trata da questão do verde na paisagem do Semiárido nordestino voltando-se para a Caatinga no intuito de subsidiar novas discussões e atentar para uma realidade eminente de extinção da Baraúna (Schinopesis brasiliensis) nessa região. O enfoque dado ao estudo dessa árvore no contexto da paisagem, caracteriza-se pela análise do meio ambiente com base no sistemismo e na complexidade. Salienta-se que este artigo resulta da pesquisa iniciada em agosto de 2012 e finalizada em agosto de 2013, cujo titulo  “A Relação Natural e Social da Schinopesis brasiliensis (Braúna) com o meio Rural e Urbano numa Perspectiva de Paisagem Verde no Município de Calçado-PE” expressa preocupação com o processo de extinção da Baraúna no agreste de Pernambuco, especificamente no município de Calcado. Essa abordagem envolve, entre outros aspectos, as relações de diálogo do natural com o social  trazendo-se uma reflexão sobre a importância desta árvore tanto na dinâmica natural, quanto nas relações de apego e pertencimento que o homem estabelece com elas. Nada nesta abordagem assume uma postura estática. O que move as compreensões ambientais é o dinamismo encontrado nas relações que se estabelecem. Neste sentido, toda a dimensão de afeto e histórias que se apresentam nessa contextualização é um convite ao universo cativante de relações quotidianas, do diálogo que existe entre o meio ambiente e o homem. A Baraúna, nesse contexto, pede que acordemos para pensar nela e nas demais árvores do semiárido.

Palavras chave: Baraúna. Sistemismo. Complexidade. Calçado-PE.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

10-11-2013

How to Cite

Vinícius Santos, R., & Betânia Moreira Amador, M. (2013). BARAÚNA: DIÁLOGO ENTRE NATUREZA E SOCIEDADE. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 9(7). https://doi.org/10.17271/19800827972013552