DETECÇÃO DO ANALGÉSICO PARACETAMOL NO CÓRREGO DA ONÇA, TRÊS LAGOAS - MS

Authors

  • Juliana Heloisa Pinê Américo
  • Alessandro Minillo
  • Sérgio Luís de Carvalho

DOI:

https://doi.org/10.17271/198008278122012353

Abstract

A contaminação dos ecossistemas aquáticos por fármacos intensificou-se nos últimos anos devido ao aumento da produção e ao consumo desenfreado destas substâncias pela população. Estes compostos são encontrados em águas naturais e em efluentes de Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), comprovando que sua presença em aguas naturais é um indicativo de contaminação por águas residuárias de ETE. O presente trabalho teve como objetivo diagnosticar a presença e determinar a concentração do analgésico paracetamol em seis pontos de amostragem do Córrego da Onça, município de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul. Assim, foram coletadas mensalmente, em um período de 12 meses amostras de água (1L) em seis pontos distintos representando diferentes seções do córrego. As amostras foram submetidas ao processo de extração em fase sólida e analisadas por cromatografia líquida de alta eficiência. O paracetamol foi detectado nos seis pontos de coleta, sendo mais frequente no ponto localizado a jusante da ETE do município. Os resultados evidenciam a contaminação no córrego por paracetamol, possivelmente devido aos indícios de ligações clandestinas de esgoto sanitário e/ou não eficiência do sistema utilizado pela ETE do município de Três Lagoas – MS.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2012-11-12

How to Cite

Américo, J. H. P., Minillo, A., & Carvalho, S. L. de. (2012). DETECÇÃO DO ANALGÉSICO PARACETAMOL NO CÓRREGO DA ONÇA, TRÊS LAGOAS - MS. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental Da Alta Paulista, 8(12). https://doi.org/10.17271/198008278122012353

Most read articles by the same author(s)

1 2 > >>